quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Dicionário Caipiracicabano 8

Angu de caroço - Quando as coisas ficam enroladas ou se complicam, diz-se que foi um angu de caroço. Ninguém sabe ao certo o que há de errado no angu que encaroçou. De qualquer maneira, não é boa coisa nunca. Quando marido é pego em flagrante com outra mulher, é inevitável que ele, desconsolado, comente com os amigos na Rua do Porto: “Ih, meu. Minha muié pegô eu. Deu um angu de caroço que vô te contá.” Se a confusão é ainda maior, o nego fala: “Ih, deu um puta dium angu de caroço que foi uma barbaridade.”


Antena paranóica - Há muita coisa da moderna tecnologia que ainda não foi muita bem compreendida na região de Piracicaba. A antena parabólica é uma delas. Por isso, para que o povo entenda melhor os benefícios da modernidade, os técnicos em televisão costumam anunciar, em placas colocadas à porta de seus estabelecimentos: “Instala-se antena paranóica”. Daí, a clientela toda entende.

Aotro dia - Obviamente, significa outro dia. Sempre que cobrador vai à casa do nego, nego geme, se lamenta: “Tô liso, meu. Ocê num passa aotro dia?” O cobrador concorda, volta. E o nego insiste: “Passe aotro dia, façuao favor.” Dona de casa, à noitinha, também geme: “Ai, ai, aotrodia de vida morfética e sem graça.”

Apartá - Verbo misterioso com dupla significação, incrivelmente oposta uma da outra. Dessa forma, pode significar separação ou proximidade, é mole? Quando há briga, há sempre alguém que grita: “Óia, eles tão se matano. Num tem ninhum fiadaputa prá apartá essa briga?” Nesse sentido, apartá tem o significado de separação. Mas pode, também, significar vizinhança, proximidade: “Nói mora apartado com a Igreja da Catedrar”, minha muié dizia, quando a gente morava perto da referida igreja. Os capivarianos, por exemplo, dizem que, morando em Capivari, eles moram apartado com Piracicaba.

Apeá - Conhece-se o apeá com o sentido de descer do cavalo, de por o pé em terra, desmontar. Em Piracicaba, é isso também, mas é mais do que isso. Apeá significa sempre descer, ir, estar em movimento. Quando se liga a um médico, chamando-o para uma emergência, o doutor responde: “Já tô ino até aí, já vô apeá já, já...” Uma jovem piracicabana tentou ser comissária de bordo de uma empresa de aviação mas foi despedida na primeira viagem. Falou aos passageiros: “Nesse instante, cheguemo em Maceió. Os passagero que for apeá aqui num esqueça a bagage de mão.”

Apitá - Não confundir com pitá, que se refere a fumo, cigarro. O verbo apitá era muito usado nos tempos em que se quadrava-jardim. As moças iam de um lado, os rapazes de otro. Se a moça voltasse o pescoço depois de o rapaz tê-la cortejado com olhares ardentes, o cortejador dizia”: “Ih, qui bão! Ela apitô pra mim”. Significa flertar, filá, aceitar a paquera. Está em desuso, pois, atualmente, não há necessidade de se apitá e nem de se conquistá. Tá fácil.

Apitô - Diferentemente do apitá, o apitô significa que a pessoa morreu, pode isso? Ocorre de alguém encontrar um velho amigo e perguntar pela senhora mãe dele. O outro pode responder: “Ocê num sabia? A véia apitô” Então, quem perguntou deve responder, questão de bom tom: “É memo? Intão, meus sentimento...”

Apitô na curva - Trata-se de expressão enfática, definitiva, insofismável de que a pessoa morreu mesmo. Usa-se quando se sabe que o nego ou a nega já estava doente, desenganada. Após a morte, fala-se: “Ih, num teve jeito memo! Ele lutô muito mai apitô na curva.” É a confirmação provada do óbito.

Nenhum comentário: