sábado, 14 de novembro de 2009

Benefícios da Cerveja


A cerveja é uma bebida saudável e que faz parte da dieta do Homem desde tempos ancestrais. Sendo muitas vezes vista como uma bebida dos pobres e inferior ao vinho, tem crescido muito não só em termos de qualidade como também de consumo. Desde as extraordinárias cervejas com frutos da Bélgica, passando pelas Porters e Stouts de Inglaterra ou pelas Malt Liquor norte-americanas, é hoje bem nítido que elas não são apenas boas para beber, como também fazem bem à nossa saúde, desde que consumidas moderada e regularmente, isto é, não mais de 2 garrafas. De fato, há muita publicidade que se refere aos benefícios do vinho na saúde, levando a que as pessoas considerem que apenas esta bebida nos trará bem-estar. Todavia, a cerveja, tal como o vinho, contem um grande número de componentes, entre os quais antioxidantes e vitaminas, provenientes dos cereais maltados empregados, pelo que podem ser igualmente benéficas para a saúde.
O consumo moderado de cerveja, vinho e bebidas espirituosas, ao contrário do que acontece com o consumo excessivo e com a abstenção, pode proteger as pessoas de doenças cardiovasculares, como por exemplo ataques de coração e algumas formas de trombose, conforme já foi demonstrado em muitos estudos feitos por todo o mundo. Deste modo, estima-se que a ingestão de 30g de álcool por dia (cerca de 3 copos de cerveja), pode reduzir o risco de doenças coronárias em 25% . A explicação para esta situação reside no fato de a quantidade de colesterol no sangue (HD2, o bom colesterol) aumentar quando se consome álcool, diminuindo assim o risco de doenças. Pesquisas realizadas mostram que 2 copos de cerveja por dia (20g de álcool) pode aumentar o colesterol HDL na ordem dos 4% . É claro que o consumo em excesso não vai fazer este valor subir, indo, ao invés, provocar vários problemas noutros sistemas do nosso organismo. Outra explicação para os benefícios atrás descritos baseia-se na tendência que existe para a redução do aparecimento de coágulos no sangue quando se consome álcool. Outras pesquisas foram efetuadas no sentido de se aferir da influência do consumo de álcool em certo tipo de doenças. Deste modo, obtiveram-se resultados que evidenciam que o consumo moderado de cerveja ou vinho pode proteger contra a formação de pedra na vesícula, osteoporose e até a diabetes. Contudo, deve realçar-se que o fato de bebermos dois copos de cerveja não evitará por completo o aparecimento de qualquer uma das doenças atrás mencionadas. Outros fatores como o controle do peso, uma dieta equilibrada ou o exercício físico regular são também essenciais para uma melhor qualidade de vida.
Sendo assim, vamos tomar uma então!!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Dicas para curar a ressaca

Beber mais que o nosso limite nunca é o objetivo, porém com a descoberta de tanta cerveja boa, muitas vezes acaba sendo inevitável beber um pouco a mais. Para esses momentos, resolvemos listar algumas dicas para que na sua manhã seguinte você se lembre da noite anterior mais pelas boas cervejas do que pela sua atual dor de cabeça.

Para antes e durante

•Beba água entre uma cerveja e outra. É importante manter o corpo hidratado sempre. O álcool desidrata o corpo e a cerveja, diurética, nos faz eliminar muito líquido, portanto você precisa reabastecer com frequência.

•Não beba de estômago vazio. Como a bebida diminui o nível de açúcar no sangue, comer é importantíssimo para que o organismo não saia do seu nível normal. Comer antes de dormir também ajuda algumas pessoas.

Para depois

•Beba muita água antes de dormir. Muitas vezes a dor de cabeça do dia seguinte é desidratação causada pelo álcool. Beba no mínimo de 2 a 3 copos.

•Aspirina ou outro analgésico - pílulas ou efervescentes, ajudam a combater a dor de cabeça

•Antiácidos - eles ajudam caso seu estômago apresente sinais de irritação

•Café, chá, Coca-Cola - para reanimar. Além disso, tais líquidos te manterão hidratados também.

•Coma bem no dia seguinte. Evite gorduras e comidas pesadas - seu estômago já está sofrendo o suficiente - mas não deixe de comer. Comer um pouco antes de dormir também ajuda algumas pessoas.

•Dê um intervalo de 48 horas. A história de que a "rebatida" cura tudo pode até ter um fundinho de verdade, mas ninguém aqui quer terminar doente ou sócio do AA.

Cerveja e saúde

Ok, você sempre ouviu por aí as mais variadas histórias sobre cerveja, certo? Cerveja dá barriga. Cerveja é diurética. Cerveja faz bem. Cerveja faz mal. Cerveja vicia...
Mas e aí, beber cerveja faz bem ou mal à saúde?
Assim como todos os alimentos, os cientistas ainda estudam os efeitos benéficos ou maléficos que a cerveja produz no organismo. Mas de uma coisa todos já têm certeza: Assim como todos os alimentos, o consumo da cerveja deve ser MODERADO.
Os efeitos do álcool sobre a saúde dependem fortemente da quantidade consumida e de outros fatores como sexo, peso corporal, alimentação e predisposição genética. O abuso do álcool aumenta a mortalidade por causar doenças no fígado, câncer e doenças cardiovasculares. Essa é a parte ruim da coisa...
A literatura mais recente, entretanto, indica que o consumo moderado de álcool está associado a uma redução total do risco de mortalidade. De acordo com as novas pesquisas, o baixo índice glicêmico e as propriedades fitoestrogênicas da cevada e lúpulo usados na produção da cerveja são elementos que promovem uma dieta equilibrada e previnem a ocorrência de doenças cardiovasculares.
Recentemente dados foram publicados sobre os potenciais efeitos protetores dos antioxidantes do vinho. Foi também descoberto que a cerveja, vinho e destilados diferem muito no seu conteúdo antioxidante, mas o consumo destas bebidas não leva a diferentes capacidades antioxidantes no soro humano. Novos números, entretanto, sugerem que o consumo moderado de cada tipo dessas bebidas alcoólicas aumentam semelhantemente a capacidade antioxidativa no soro humano. estas descobertas elucidam a contribuição do consumo moderado de álcool para um estilo de vida saudável.
Mas dá barriga? Dá. Assim como quase todos os outros alimentos, uns menos, outros mais. Um copo (300ml) de uma cerveja do tipo Pilsen, por exemplo, possui cerca de 300 calorias. As cervejas mais encorpadas, sobretudo as Ales, têm ainda mais calorias por mililitro.
Portanto, a palavra de ordem, como tudo na vida, é MODERAÇÃO. O Consumo regular e moderado de cerveja pode tornar-se um estilo saudável de vida, juntamente com uma alimentação equilibrada e exercícios físicos.

Um abraço e Saúde!

FABIANA PANOBIANCO - Nutricionista

Embrapa descobre em quanto tempo frutas perdem vitamina C

Quem acredita que é preciso beber logo o suco de laranja se engana. A vitamina C permanece por horas.


A receita para uma vida saudável não é mistério para ninguém: exercício físico, boas noites de sono, cuidados com a alimentação, evitando frituras e dando preferência ao que é natural. Legumes, verduras, frutas são garantia de um prato colorido e recheado de benefícios.
Em um país tropical, a tentação está por todo lado: nas feiras, no balcão, no letreiro. Entre tantas opções, só com ajuda do santo.
“A fruta que mais gosto é morango. Estou tomando morango com água e açúcar", conta um carioca.
"No café da manhã eu sempre tomo laranja com mamão. Vitamina C essas coisas sempre ajudam a começar o dia com boa disposição", aponta uma jovem.
Elas são fonte importante das vitaminas que tanto precisamos. Um bom suco nos ajuda a enfrentar um dia de trabalho, de estudos, de brincadeiras. Mas o que pouca gente conhece - mesmo porque não vem escrito na casca - é o prazo de validade de tanto benefício.
Você não sabia mas já existe uma pesquisa que consegue dizer com comprovação científica, quanto dura a vitamina C num copo de laranja.
Nossa equipe foi até um dos laboratórios da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), na zona oeste do Rio de Janeiro, onde se estuda, com ajuda de elementos químicos, reagentes e modernas máquinas o poder das frutas.
As pesquisadoras procuram o quanto de vitamina há nos alimentos. Um trabalho difícil, afinal, cada fruto tem o seu.
“Dentro de uma mesma variedade você também pode ter diferenças no teor de vitamina C, não só em função da maturação, mas também em função do solo, do clima, do local de produção. Todos esses fatores vão influenciar na composição do fruto, da adubação, irrigação. Todos os fatores de cultivo influenciam”, explica a pesquisadora da Embrapa Virginia Mata.
Nossa pesquisa foi feita com algumas laranjas, espremidas na hora. Sem a proteção da casca, o suco começa imediatamente a perder vitamina - pelo simples contato com o ar, com a luz, com a temperatura elevada. Para determinar a velocidade desse processo, trouxemos nosso suco para análise.
“Nós preparamos a amostra injetamos, fazemos uma série de injeções ao longo do tempo e conseguimos determinar comparativamente qual foi a perda de vitamina ao longo desse tempo”, mostra a pesquisadora da Embrapa Jeane Santos da Rosa.
Os testes foram feitos por um período de quatro horas. Quem achava que a vitamina C ia embora com rapidez errou.
Em 100 gramas da nossa amostra, o suco de laranja apareceu com 33 miligramas de vitamina C logo depois de espremida a fruta. Em temperatura ambiente, duas horas depois, nova medição: a quantidade caiu para 28 miligramas. Quatro horas depois, 25 miligramas - uma perda de 24% da vitamina C original. Ou seja, quatro horas depois de espremido o suco, ainda restavam 76% da vitamina.
A resistência aumenta quando se mistura a laranja com acerola, uma fruta com enorme percentual de vitamina C. Começa em 393 miligramas de vitamina. Duas horas depois está em 381 e em quatro horas de espera o suco ficou com 355 miligramas - uma queda que não chega a 10% da concentração inicial de vitamina.
As pesquisadoras garantem: quanto mais ácido for o suco mais tempo dura a vitamina C. Você pode quebrar essa acidez com açúcar. É claro que não vai colocar muito açúcar. Se você gosta de fazer misturas, tome cuidado com o leite. Ele pode empobrecer o seu suco.
Na mistura com morango, por exemplo, o leite altera o nível de acidez e altera a quantidade de vitamina C. Em quatro horas, a perda foi de mais de 50%.
"Você não está destruindo totalmente a vitamina C mas está oferecendo um meio que não é próprio para essa vitamina C se estabilizar. A tendência é que nesse suco a vitamina C se degrade com maior rapidez", comenta a pesquisadora Jeane Santos da Rosa.
Para prolongar a vitamina de qualquer suco, a geladeira é a opção. Mas não basta reduzir a temperatura: é importante que a jarra não seja de vidro - para evitar a entrada de luz - e que fique tampada, com um papel filme - para dificultar o contato com o ar. É a garantia de um suco saudável por mais tempo.
O cuidado na conservação do suco vale também para a fruta antes de ser espremida. Uma laranja que esteja com a casca machucada já pode estar tendo perda de vitamina C. Mesmo com a comprovação de que essa perda é lenta, é bom sempre olhar a fruta antes de levar para casa.
Legumes e hortaliças também são ricos em vitamina C. Eles merecem mais cuidado na hora de manusear, cozinhar esses alimentos. Uma hortaliça não tem casca para proteger, como a fruta tem. Então fica mais sujeita à perda.

Fonte: G1.globo.com

Alemanha celebra 20 anos da queda do Muro de Berlim

O símbolo maior da Guerra Fria, construído pelo comunismo, foi derrubado, sem um único tiro, por uma festa de homens, mulheres livres.

Por Ilze Scamparini

Um muro que desafiou o mundo e era a vergonha dos que sempre defenderam a democracia. Dos dois lados do muro, berlinenses impedidos de ir e vir.
O jornalismo da Globo esteve lá, naquele 9 de novembro de 1989. Transmitiu a queda de tijolos e preconceitos. E volta hoje, 20 anos depois.
Ninguém sabia ao certo o que estava acontecendo, ninguém acreditava, ninguém conseguiria conter. A pé ou em um ‘trabant’, o carro mítico da Alemanha Comunista, as pessoas começaram a passar para o outro lado. O governo não pôde mais voltar atrás.
Em uma alegria louca, os berlinenses unidos abateram o muro e festejaram como nunca. O repórter Silio Boccanera e o cinegrafista Paulo Pimentel estavam lá.
Era o fim de um pesadelo que destruiu famílias, dividiu um povo e que começou inesperadamente, em 13 de agosto de 1961. A construção da barreira cinzenta deixou Berlim perplexa. Os comunistas afirmavam que o muro seria uma proteção contra o fascismo. Mas a sua construção foi uma estratégia para impedir a fuga em massa para o lado capitalista, onde se podia consumir livremente.
A Segunda Guerra Mundial tinha deixado uma Europa dividida por duas ideologias e alguns exércitos. A Alemanha, derrotada, era ocupada pelos vencedores: soviéticos de um lado e aliados do outro. O muro foi o resultado da incapacidade de entendimento entre eles.
Nos 28 anos em que ficou de pé, como símbolo maior da Guerra Fria, a muralha de 160 quilômetros de extensão e de mais de três metros de altura testemunhou fugas espetaculares e muitas tentativas fracassadas de atravessá-la. Mais de 100 pessoas foram mortas, mas o número real nunca será conhecido.
Vinte anos depois da queda do muro, a Alemanha reunificada, desde 1990, comemora a data histórica lembrando o efeito dominó que provocou a revolução pacífica, derrubou o muro e o sonho comunista, que começou na Polônia, no início da década de 1980, com Lech Walessa e o sindicato católico Solidariedade, ajudados pelo João Paulo II. E com a abertura política do líder russo Mikhail Gorbachev. Depois de dois totalitarismos, o nazismo e o comunismo, a Europa conquistaria a liberdade.

domingo, 8 de novembro de 2009

Foras da TV

Esse tá num fogaréu...

Cervejas Especiais... ...que saudades...

O primeiro Rótulo da Brahma

Cerveja Pilsener
Registrada em 06.12.1897 pela Cervejaria Brahma, com último registro em 19.06.1964

Cerveja Pilsen
Registrada em 16.01.1899 pela cervejaria Brahma

Cerveja Munchen
Registrada em 17.04.1902 pela Cervejaria Brahma, com último registro em 22.03.1960

Cerveja Guarany
Registrada em 25.08.1902 pela Cervejaria Brahma, com último registro em 07.01.1971

Cerveja Franziskaner Brau
Registrada em 16.01.1899 pela cervejaria Brahma, com última renovaçãoem 16.09.57. cerveja Escura

Cerveja Crystal
Registrada em 16.09.1897 pela cervejaria Brahma, com última renovaçãoem 22.11.63

Cerveja Brahma - Porter
Registrada em 25.08.1902 pela Cervejaria Brahma, com último registro em 1994 -
considerada a cerveja "Stout" brasileira. Cerveja Preta.


Brahma Bier Branca
Registrada em 20.08.1894 pela cervejaria Brahma

Cerveja Bock-Ale
Registrada em 05.01.1903 pela Cervejaria Brahma,
com último registro em 19.04.1967. Cerveja Clara.

Babylonia-Brau
Registrada em 05.12.1892 pela Cervejaria Bavária e
transferida para a Cervejaria Brahma em 12.07.1900

Cerveja Teutônia - Pilsen
Registrada em 07.10.1901 pela Preiss, Haussler & C. e transferida
para a Companhia Cervejaria Brahma em 12.08.1904. Cerveja Clara

Cerveja Teutônia - Munchen
Registrada em 07.10.1901 pela Preiss, Haussler & C. e transferida
para a Companhia Cervejaria Brahma em 12.08.1904. Cerveja Clara
Cerveja Brahmina
Registrada em 08.08.1910 pela Cervejaria Brahma, com
último registro em 11.06.1964

Cerveja Brahma Bock Crystal
Registrada em 01.04.1907 pela Cervejaria Brahma,
com último registro em 24.05.1963

Cerveja ABC
Registrada em 25.09.1905 pela Cervejaria Brahma,
com último registro em 23.09.1963

Cerveja Cavallera
Registrada em 23.12.1912 pela Cervejaria Brahma

Cerveja Brahma Rainha
Registrada em 25.09.1911 pela Cervejaria Brahma

Bullbock
Registrada em 08.08.1910 pela Cervejaria Brahma, com último registro em 24.07.1964

Continental
Registrada em 30.06.1939 pela Cervejaria Brahma

Cerveja Fidalga
Registrada em 20.07.1914 pela Cervejaria Brahma, com último registro em 09.02.71

Cerveja D.K
Registrada em 10.05.1955, e abandonada antes de 10.05.1965

Cerveja Hércules
Registrada como Cerveja Hércules por volta de 1939,
pela Cervejaria Bopp, Sassen, Ritter & Cia Ltda e transferida
para a Brahma em 1946. Registro de relançamento em 1971.

Cerveja Malzbier
Registrada em 16.07.1914 pela Cervejaria Brahma

Essa era só de Curitiba


Me deu vontade de tomar uma...